Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Ar continua seco e quente nesta quarta-feira em Mato Grosso do Sul

Publicado em 05/08/2020 Editoria: Regio


Toque de recolher em Anastcio

Toque de recolher em Anastcio

Em Aquidauana, minima de 22° e máxima de 34° com predomínio de Sol
 
A quarta-feira (5) será mais um dia quente e seco em todas as regiões de Mato Grosso do Sul. A condição se dá pela atuação de um grande sistema de alta pressão atmosférica, que impede a formação de nuvens carregadas. Céu claro a parcialmente nublado são estimados pela climatologia. 
 
O dia será marcado pelo clima seco com índices de umidade relativa do ar podendo registrar valores entre 60% e 15%, considerado estado de alerta segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). 
 
Vento fraco a moderado em todas as áreas. As temperaturas poderão registrar mínima de 14°C e máxima de 35°C no Estado. Na Capital essa variação está estimada em 19°C e 31°C.
 
Chuva à vista
 
Conforme boletim do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) elaborado pela especialista em meteorologia, Franciane Rodrigues, os modelos meteorológicos internacionais já indicam a possibilidade de chuva para o mês de agosto em Mato Grosso do Sul. 
 
“O modelo de previsão numérica de tempo GFS/NOAA está indicando possibilidade de chuva a partir do dia 14 de agosto, beneficiando grande parte do Estado, com exceção das regiões norte e nordeste do Estado em que ainda não há expectativa de chuva”. 
 
Os maiores acumulados deverão ocorrer nas áreas sudoeste e sul (coloração em vermelho), justificando o volume de chuva acima da média previsto para o mês de agosto em prognóstico anterior. Há possibilidade de uma ligeira queda na temperatura nas regiões pantaneira, central, sudoeste, sul e leste. As áreas norte e nordeste ainda poderão ter temperaturas elevadas.
 
Antes disso, até dia 12, o tempo deverá permanecer com grande amplitude térmica e sem expectativa de chuva. A umidade relativa do ar também deverá permanecer abaixo de 30%, especialmente no período da tarde com registro de picos mínimos de abaixo de 20% no período. 
 


› FONTE: Agncia Brasil