Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Mulher é amarrada com corda por moradores ao ser flagrada tentando furtar

Publicado em 15/01/2021 Editoria: Polícia


Mulher tem uma vasta ficha criminal, sendo conhecida na região por cometer furtos e roubos
 
Flagrada rondando casas na região do bairro Vacaria, em Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande, para tentar cometer furtos, a mulher que foi amarrada com uma corda em uma árvore pelos próprios moradores, foi solta pela polícia ainda nesta quinta-feira (14). A mulher tem uma vasta ficha criminal, sendo conhecida na região por cometer furtos e roubos.
 
Mesmo afirmando que viram a mulher tentando invadir uma residência, o boletim de ocorrência da Polícia Militar – que atendeu o caso nesta quinta -, discorre que os moradores a flagraram rondando a região junto com outros suspeitos. No entanto, mesmo com a suspeita de que ela cometeria furto, o crime não ocorreu. Dessa forma, a PM atendeu a ocorrência e a liberou.
 
O caso repercutiu e indignou a população de Sidrolândia, que está cansada dos crimes, afirmando que tem sido alvo constante de furtos e roubos cometidos pela suspeita. “Não tem nada para ser exaltado. Muito pelo contrário, é triste chegar ao ponto em que chegamos hoje. Não é troféu nenhum tê-la pego, mas hoje ela não conseguiu furtar nenhuma casa”, relatou uma servidora pública.
 
O caso
 
A servidora explicou que chegava à casa do tio na manhã desta quinta-feira, quando viu a suspeita no local. Junto com uma sobrinha, a servidora entrou e flagrou a mulher, com mais outras pessoas que fugiram deixando-a sozinha. A vizinhança foi informada e a suspeita acabou detida.
 
“Não tinha outra coisa a se fazer. Pegamos uma corda e a  amarramos, pois ela queria correr”, disse a servidora, que lamentou ter tido que chegar a esse ponto. Ela esclareceu ainda que outras pessoas tentaram linchar a suposta ladra, mas não foram permitidas agressões. “Os vizinhos queriam linchar ela, mas eu não deixei”.
 
A servidora explica que a mulher já esteve envolvida em vários casos de roubo e furto na região. Inclusive, foi vítima dela em 2018, quando no mês de setembro daquele ano, teve a casa invadida. Na semana passada, ela e o grupo entraram na casa da sobrinha e nesta quarta-feira na casa da mãe da servidora.
 


› FONTE: Midiamax