Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Traficante preso com 28 toneladas de maconha é condenado a 8 anos e 7 meses

Publicado em 27/11/2020 Editoria: Polícia


O traficante flagrado durante a apreensão de 28.020 quilos de maconha e que foi considerada a maior da história ocorrida no Brasil, foi condenado a oito anos, sete meses e 25 dias de cadeia. A decisão é da 1ª Vara Federal de Naviraí. A operação aconteceu em maio e envolveu a PF (Polícia Federal) e a PRF (Polícia Rodoviária Federal).
 
“Além da gravidade em abstrato do crime de tráfico transnacional de drogas, há gravidade concreta em face da quantidade de droga apreendida (28 toneladas), a maior apreensão de todos os tempos, a qual igualmente permite deduzir que o preso não estava agindo por conta própria”, pontua o juiz.
 
Ainda segundo a Justiça, toda a logística montada em torno do transporte da carga, considerada atípica e com uso de práticas usadas para encobrir o crime e dificultar a fiscalização policial, aponta que o condutor do veículo integrava organização criminosa ligada ao tráfico de drogas.
 
A defesa do réu, formada pelos advogados Renan Pompeu, Leda Grunwald e Franciellen Borges pediu a revogação da prisão, com base em risco de contaminação do coronavírus, uma vez que o mesmo alegou possuir comorbidades, mas a justificativa não foi aceita pela Justiça. Ao Midiamax eles informaram que pretendem entrar com recurso de apelação.
 
Segundo consta nos autos, o acusado receberia R$ 40 mil para levar a droga de Ponta Porã até São Leopoldo (RS). Para o MPF, trata-se de tráfico internacional de drogas, considerando a quantidade de entorpecente e o fato de ter sido entregue ao motorista em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.


› FONTE: Midiamax